O Mágico entrou em campo com oito alterações face ao onze do último encontro, frente a Benfica B. Thiago Silva, Pedro Empis, Bernardo Vital, Chiquinho, Cícero, André Franco, André Clóvis e Harramiz, foram as novidades. Hugo Gomes, João Gamboa e Carles Soria, mantiveram-se no alinhamento inicial.

Num jogo em que só a vitória interessava à equipa de Cascais, o Estoril Praia entrou dominante e o primeiro lance de perigo partiu de André Clóvis, que perante dois adversários encontra Chiquinho na entrada da grande área, que remate perto do segundo poste.

Um Estoril Praia pressionante e a ocupar muito bem os espaços chegou cedo ao golo. Harramiz dança na direita do ataque do Mágico, passa por três adversários e oferece a André Clóvis, que com um remate à meia volta no coração da áreas abriu o ativo e marcou o seu primeiro golo oficial com a camisola amarela e azul do Estoril Praia.

O avançado estreou-se a marcar pelo Mágico.

O Sertanense teve o principal lance de perigo da primeira parte, aos 19 minutos, na sequência de canto batido por João Silva, Jorge Teixeira cabeceia ao lado do primeiro poste da baliza defendida por Thiago Silva.

Aos 30 minutos de jogo, André Franco bate um livre à esquerda para o interior da grande área, onde surge Harramiz que de cabeça envia a bola para as mãos do guarda-redes Leo Turossi.

No minuto 37, a mesma receita, mas com outro protagonista. Livre batido por André Franco, o central Hugo Gomes salta sem qualquer marcação e, num cabeceamento picado, coloca a bola fora do alcance do guarda-redes, estreando-se também a marcar pelo Estoril Praia.

Hugo Gomes fez o 2-0 na 1ª parte

Estava feito o 0-2 com que se chegou ao intervalo.

Na segunda parte, ao minuto 57, João Silva na marcação de um livre trabalhado, remata e a bola roça a trava de baliza de Thiago Silva.

Bruno Pinheiro faz a primeira substituição aos 16 minutos da segunda parte, colocando em campo Aziz e Miguel Crespo, para os lugares de Andrés Clóvis e Cícero, respetivamente.

Aos 65 minutos, Aziz e Carles Soria, protagonizam uma espetacular de troca de bola curta perante a defesa do Sertanense, que parte de um toque de calcanhar de Miguel Crespo e no final, André Franco remata perigoso perto do segundo poste.

Na jogada seguinte Aziz marca o terceiro golo da partida, ao recuperar a bola de um corte incompleto de cabeça da defesa do Sertanense e frente a um adversário, troca a bola para o pé esquerdo e remata fora da grande área para o fundo das malhas da baliza da equipa sertaginense.

Aziz marcou dois golos na partida.

Marcos Valente faz os primeiros minutos de jogo desta época, ao substituir João Gamboa, aos 71 minutos de jogo.

Aos 75 minutos, Chiquinho rodopia sobre o esférico e desmarca Carles Soria à direita, pica a bola para a área, onde aparece novamente Chiquinho, que dribla dois adversários e remata rasteiro para defesa apertada do guarda-redes do Sertanense.

Numa dupla substituição, Harramiz e Hugo Gomes dão lugar a Vidigal e Hugo Basto, aos 82 minutos.

O árbitro André Narciso deu três minutos de tempo adicional e no final do período de compensação, o guarda-redes do Sertanense comete falta sobre André Vidigal dentro da área. Na marcação da grande penalidade, Aziz remata para o lado contrário do guardião da equipa da Sertã e marca o seu segundo golo no jogo.

Em declarações, Bruno Pinheiro mostrou-se satisfeito com o resultado.

Em análise ao jogo, Bruno Pinheiro refere que “Estivemos bem, num jogo difícil. Fizemos um jogo sério em todos os momentos. Conseguimos dar confiança a quem tem jogado menos, o que é uma prova de confiança, uma vez que estamos a falar de uma prova a eliminar e basta perder o jogo para sair da competição. Trocar sete jogadores que têm vindo a ser titulares, é uma prova de que temos um grupo capaz, competente e muito competitivo.
O relvado, apesar de não ser muito mau, está longe de ser um bom relvado, em que a bola flui direito e pode interferir com a parte mental e a confiança do jogador. Nestas condições, o grau de dificuldade no controlo da bola e do passe é superior, mas conseguimos sempre ser sérios, manter a atitude, interpretar o jogo e acabámos por tornar um jogo fácil. Conseguimos marcar 4 golos, o que é satisfatório.”

O Estoril Praia volta a entrar em campo, no próximo dia 20 de outubro, às 20:30, no Estádio António Coimbra da Mota, frente ao CD Feirense. Poderá acompanhar o jogo em direto na Sport Tv+.