O Mágico foi ao Estádio Municipal de Braga jogar os quartos de final da Taça da Liga frente ao Sporting Clube de Braga.

O Estoril Praia deu o pontapé de saída para o início da partida, onde Thiago foi o escolhido de Bruno Pinheiro para a baliza. A defesa contou com Joãozinho, Hugo Gomes, Hugo Basto e Carles Soria, o meio-campo formado por João Gamboa, Miguel Crespo e André Franco e os homens mais avançados no terreno foram Vidigal, Aziz e Harramiz.

Ao primeiro minuto de jogo, no meio-campo, a formação dos canarinhos, através de Crespo, encontra Vidigal à esquerda que cruza para Harramiz, mas a jogada acaba em falta. O Estoril Praia cria a primeira aproximação à baliza do Braga.

Poucos segundos depois, o Braga teve uma sucessão de dois cantos, sem grande perigo para a baliza de Thiago.

Os arsenalistas, aos 9 minutos de jogo, após cabeceamento, obrigam o guardião do Estoril Praia à primeira defesa apertada junto ao canto inferior esquerdo da baliza.

Aos 12 minutos da partida, um dos homens do ataque do Braga é travado na área do Estoril Praia. Na cobrança da grande penalidade, Paulinho remata para primeira defesa de Thiago, mas na recarga, o guarda-redes não conseguiu levar a melhor.

O Mágico tentou reagir e ao primeiro quarto de hora de jogo, numa troca de bola artística de André Franco de calcanhar para Vidigal, o avançado encontra Joãozinho à entrada da área, que remata para defesa do guarda-redes do Braga.

No minuto 34 do jogo, Aziz e Joãozinho trocam a bola junto à lateral e encontram Vidigal na frente, que dribla dois defesas acabando por ser desarmado quando tentava o remate à baliza.

As equipas foram para os balneários com os bracarenses na frente do resultado. No regresso, aos primeiros segundos do segundo tempo, Thiago desviou a bola para a trave.

Perto do primeiro quarto de hora da segunda parte, o Braga surpreende o Estoril Praia, com Ricardo Esgaio a aparecer nas costas da defesa estorilista. O mesmo Esgaio assiste Paulinho que remata rasteiro para o segundo poste, bisando na partida.

O Mágico reagiu e aos 63 minutos, Joãozinho coloca a bola em Vidigal, num lançamento lateral, que passa o esférico a Aziz na esquerda. Aziz cruza para André Franco, que de primeira, fora da área, reduz a desvantagem.

Bruno Pinheiro preparava uma dupla substituição de Rosier e Murilo para os lugares de Crespo e Vidigal, quando o Braga faz o 3-1. Galeno na esquerda, de trivela, assiste Paulinho que leva a melhor sobre Thiago, quando o cronómetro marcava 79 minutos.

Aos 86 minutos nova alteração na equipa do Estoril Praia, Chiquinho, João Carlos e Lazare entram para as posições de Harramiz, Aziz e João Gamboa.

Em cima dos 4 minutos de tempo extra, Chiquinho é travado em falta junto à linha da grande área do Braga. Na cobrança, a bola termina junto às malhas laterais da baliza.

O Estoril Praia volta a entrar em campo, na próxima segunda-feira, frente ao FC Porto B, no Estádio António Coimbra da Mota, a contar para a jornada 12 da Liga Portugal 2 SabSeg.