Os sub23 do Estoril Praia bateram esta sexta-feira, 18 de dezembro, o SL Benfica por três bolas a uma, numa partida a contar para a Liga Revelação Série Sul, disputada no Benfica Campus, no Seixal.

Nuno Macedo na baliza, quarteto defensivo composto por João Castro, Pedro Guerra, Vasco Oliveira e Tiago Manso, no meio-campo Klismahn, Afonso Valente e Lucho Vega, com Douglas Aurélio, Elias Auchouri e Gilson no ataque, foi este o onze escolhido por Vasco Botelho da Costa para iniciar a partida da jornada 11 da Liga Revelação.

O Estoril Praia sabia que a vitória lhe dava a qualificação para a fase de apuramento do campeão da Liga Revelação, tal como o Benfica sabia que outro resultado que não a vitória tornaria o apuramento para essa fase dependente de resultados de terceiros.

Com este cenário o Benfica entrou forte no jogo, procurando incomodar a baliza à guarda de Nuno Macedo. O Estoril Praia soube aguentar a pressão inicial dos encarnados e de uma forma bem organizada no terreno de jogo soube controlar a partida e construindo jogo a partir do seu reduto defensivo, com Klismahn e Afonso Valente como médios mais solicitados nesta fase.

A aproveitar o espaço criado pela pressão alta do Benfica, o Estoril Praia foi criando oportunidades de golo e aos 14 minutos Gilson assiste Elias Auchouri, que já no interior da grande área bate o guarda-redes do Benfica, fazendo o 0-1 para o Estoril Praia.

Aos 30 minutos, a mesma receita, mas do lado contrário. Douglas Aurélio ganha no corpo a corpo, descobre Elias descaído para a esquerda e assiste o extremo para o 0-2 dos canarinhos, resultado com que se chegou ao intervalo.

Na segunda parte o Benfica quis dar a volta ao resultado, mas a organização defensiva dos Estorilistas impediu jogadas de perigo perto da baliza, a não ser com remates de longa distância que Nuno Macedo foi segurando.

Numa das poucas incursões dentro da área do Mágico, o árbitro considerou existir falta sobre um jogador do Benfica e Pedro Robalo, da marca dos 11 metros, reduziu a vantagem no marcador.

Voltaram a reagir os comandados por Vasco Botelho da Costa e aos 71 minutos, Paulinho que tinha entrado para o lugar de Douglas Aurélio, desmarca-se na direta do ataque e centra para o coração da área, onde aparece Gilson de cabeça a selar a vitória da equipa de Cascais.

O Estoril Praia, a única equipa desta edição da Liga Revelação a vencer no Benfica Campus, qualifica-se para a fase de apuramento de Campeão da Liga Revelação. O Mágico garante assim presença pela 3ª vez consecutiva nesta fase da competição, em 3 edições da mesma, feito conseguido apenas pelo Estoril Praia e pelo SC Braga.

Análise de Vasco Botelho da Costa: