Sub23 empatam em Portimão mas continuam na liderança

O Estoril Praia foi este sábado, 14 de novembro, ao Estádio Dois Irmãos, em Alvor, jogar a última partida da oitava jornada da Liga Revelação Série Sul, frente ao Portimonense SC.

Vasco Botelho da Costa escolheu para o onze inicial, Sandro Cabral para a baliza, Tiago Manso, Bernardo Vital, João Dias e Pedro Empis para a defesa, para o meio-campo Afonso Valente, Douglas Aurélio, o estreante Armin Hodzic e Lucho Vega, para o ataque, Paulinho e Elias Achouri.

O Estoril Praia entrou mais forte ao dominar os instantes iniciais da partida, acabando por inaugurar o marcador aos 4 minutos. Na sequência de pontapé de canto, Elias cruza ao segundo poste, onde aparece Bernardo Vital, assistindo de cabeça Douglas Aurélio, que remata sem hipótese de defesa para o guarda-redes do Portimonense.

Douglas Aurélio marcou o golo do Estoril Praia
Douglas Aurélio marcou o golo do Estoril Praia

A primeira parte contou com diversas oportunidades de concretização para ambas as partes, mas a eficácia foi reduzida. Nos últimos minutos do primeiro tempo, o Portimonense contou com algumas oportunidades de golo, mas Sandro Cabral, guarda-redes do Estoril Praia, esteve em destaque ao impedir as iniciativas algarvias. O Mágico foi para os balneários a vencer com a vantagem de um golo.

À semelhança dos primeiros 45 minutos de jogo, a segunda parte contou com as iniciativas travadas pelos dois guarda-redes. O final da partida foi jogado com uma grande intensidade, tendo o Estoril Praia entrado nos 6 minutos de período de desconto, reduzido a 10 unidades, depois da expulsão de Afonso Valente, após uma falta à entrada da área.

Aos 94 minutos, o Estoril Praia concede canto ao Portimonense que iguala o marcador por Filipe Relvas, terminando a partida com um empate a uma bola.

Em declarações ao site do Estoril Praia, o mister Vasco Botelho da Costa referiu que “O Portimonense apresentou uma linha de 5 defesas,  abordando o jogo com uma marcação homem a homem a tempo inteiro, o que nunca nos deu qualquer tipo de conforto para termos a bola como gostamos.”

“Conseguimos fazer um golo cedo, o que nos deu alguma tranquilidade, mas a história do jogo foi muito idêntica, uma vez que em praticamente todo o jogo tentámos ter a bola, mas devido às marcações apertadas, acabámos por cometer alguns erros técnicos, bastantes perdas de bola e permitir que o Portimonense saísse em transição. Penso que o resultado resume-se um pouco à desorganização da equipa do Portimonense, ter contribuído muito para que nos desorganizássemos também e estivéssemos muito intranquilos durante todo o jogo.”, concluiu o treinador dos sub23 do Mágico Estoril Praia.

Os Mágicos Sub23 seguem na primeira posição da Liga Revelação Série Sul

O Estoril Praia segue na primeira posição da tabela classificativa da Liga Revelação Série Sul, com mais dois pontos que o segundo classificado, o Sporting CP e com menos um jogo disputado.