Ao início da tarde desta terça-feira, a Estoril Praia, SAD organizou a habitual teleconferência de imprensa, que tem vindo a ser realizada todas as semanas durante o período de Emergência Nacional, e que contou com a presença do psicólogo da Estoril Praia, SAD, André Vilela.

Questionado acerca dos efeitos psicológicos nos jogadores, o psicólogo demonstrou a importância de informar e dotar os atletas de estratégias para se adaptarem a esta nova realidade. “Procurei o contacto com todos os jogadores logo nos primeiros dias. É normal sentir insegurança e desorientação, uma vez que se trata de uma situação desconhecida para todos”. André Vilela destacou a importância de normalizar os sentimentos de cada atleta e demonstrar que esta situação é nova e vivida por mais indivíduos.

Sendo esta uma situação de instabilidade emocional, o psicólogo salientou que a vivência desta realidade poderá auxiliar os jogadores a ultrapassarem desafios no futuro, uma vez que “criaram estratégias para superar uma situação desconhecida.”.

Abordado sobre o desgaste mental que um possível retorno da competição pode trazer aos atletas, André Vilela refere que o poder de decisão passa pelo lado emocional, independentemente do “contexto que estamos a atravessar”. Revela também que o Estoril Praia está preparado para qualquer cenário que venha a suceder, estando pronto para lidar com eventuais questões de stress – “Há estratégias para identificar e sinalizar quando estes níveis estão fora dos parâmetros. Estamos preparados para qualquer cenário.”.