Jeffrey Saunders, Presidente da Estoril Praia – Futebol, SAD reagiu esta terça-feira, 5 de maio, à decisão do Governo de não contemplar a 2ª Liga na estratégia gradual de levantamento de medidas de confinamento no âmbito do combate à pandemia da doença COVID 19, e à decisão da Direção da Liga Portugal de suspender em definitivo a LigaPro.

“Não concordamos com a decisão do Governo e, portanto, não podemos concordar com a decisão da Direção da Liga Portugal de suspender em definitivo a LigaPro”, começou por afirmar o norte-americano que preside à SAD do Estoril Praia desde julho de 2019.

Jeffrey Saunders afirma que “reconhecemos que a saúde está, e deve estar sempre, em primeiro lugar mas era essencial que tivessem sido detalhados os elementos objetivos em que o Governo se baseou para tomar esta medida de tratamento desigual entre equipa de futebol profissional. Ontem questionámos a Liga Portugal sobre esta matéria mas, até à data, ainda não obtivemos qualquer resposta”.

“A verdade é que a Liga Portugal, apesar de dividida em duas divisões, é apenas uma e todas as sociedades desportivas que participam nas competições profissionais respeitaram um exigente processo de licenciamento no início da época desportiva, pelo que mereciam, na nossa opinião, um tratamento igual, o que não está a acontecer”.

“É agora tempo de analisar com pormenor a decisão que foi tomada e as respetivas consequências, de modo a ponderar qual a melhor forma de atuar”, concluiu Jeffrey Saunders.

A Estoril Praia – Futebol, SAD no final da jornada 24 da LigaPro, ocupava a quarta posição com 39 pontos.