A equipa de Sub23 do Mágico Estoril Praia bateu esta tarde o Portimonense por 3-1, numa partida disputada no Estádio do Real Sport Clube, em Massamá, a contar para a primeira jornada da Liga Revelação.

O Mágico entrou em campo com Macedo na baliza, Tiago Manso, João Dias, Bernardo Vital e Lucas Silva na defesa, Klismahn, Afonso Valente e Lucho a meio-campo e Douglas Aurélio, Paulinho e Gilson na frente de ataque.

Começou melhor o Estoril Praia e aos 16 minutos Lucho Vega converteu de livre e abriu o ativo para o Mágico, estava feito o primeiro golo dos Sub23 da Liga Revelação 2020/2021.

O Estoril Praia dominou a primeira parte do encontro, com bola, a construir jogo desde o seu reduto defensivo e aos 35 minutos Douglas Aurélio entrou na área pela direita do ataque e rematou para o segundo dos canarinhos no encontro.

O Portimonense procurou reagir e aos 37 minutos Matheus Guedes reduz a vantagem Estorilista, apontando o primeiro golo do Portimonense nesta temporada.

O Estoril Praia manteve a sua identidade de jogo e antes do apito para intervalo Gilson faz o 3-1 para o Mágico, decorria o minuto 43.

Numa partida disputada sobre calor intenso, com uma paragem em cada parte para refrescamento, o Estoril Praia soube controlar o resultado, terminando o encontro com a vitória e os três pontos.

Para Vasco Botelho da Costa, treinador dos Mágicos Sub23 “entrámos na partida com a ansiedade natural de quem não jogava há 6 meses. Soubemos controlar o jogo, fizemos dois golos e soubemos reagir ao golo do Portimonense. A segunda parte baixámos, devido ao calor e a estarmos no início da época, mas também por mérito do Portimonense que soube pressionar.

Sobre o resultado, o jovem treinador considera “justo e que traduz o que aconteceu dentro das 4 linhas”.

O Estoril Praia soma 3 pontos na Liga Revelação 2020/2021, voltando a jogar no próximo sábado, onde defronta o Sporting, numa partida que terá lugar na Academia de Alcochete.