Num jogo a contar para a jornada 5 da LigaPro, o Estoril Praia deslocou-se este domingo, 4 de outubro, ao Benfica Campus, para defrontar o SL Benfica B.

O Mágico entrou em campo com Daniel Figueira na baliza, Carles Soria, Hugo Basto, Hugo Gomes e Joãozinho na linha defensiva, João Gamboa, Rosier e Zé Valente no meio-campo, Crespo, Vidigal e Aziz como homens mais adiantados.

Com os primeiros minutos muito disputados e intensos, Bruno Pinheiro foi obrigado a mexer na equipa logo aos 16 minutos de jogo, saindo o lesionado Rosier para dar lugar a André Franco.

O Estoril Praia começou a dominar a partida, condicionando a fase de construção do SL Benfica, não dando espaço para que os encarnados saíssem a jogar.

Aos 20 minutos Soria faz variar o flanco da direita para a esquerda, Joãozinho recebe e desmarca Vidigal que no bico da área remata para a defesa de Fábio Duarte, a bola ainda sobra para Aziz que a introduz na baliza adversária, mas o lance é invalidado pela equipa de arbitragem por posição ilegal do ganês.

O Estoril Praia estava mais perigoso nesta fase da partida e 2 minutos depois foi Crespo, com um remate de fora da área a colocar à prova a atenção do guardião do Benfica.

Com o Estoril Praia a defender de forma segura e não permitindo movimentações perto da sua área defensiva, o Benfica ia tentando a sorte com remates fora da área, a mais perigosa surgiu aos 26 minutos, com Daniel dos Anjos a rematar para a defesa à segunda de Daniel Figueira.

Aos 32 minutos Crespo centra para o interior da área do Benfica com Aziz a aparecer a primeiro poste e por muito pouco não acerta da baliza contrária.

O Benfica foi procurando novas soluções para chegar à baliza Estorilista, optando por procurar a ala direita bombeando bolas para o jogo aéreo dentro da área, mas sem sucesso.

A primeira parte terminou com o nulo no marcador.

Logo no início da segunda parte o Benfica dispôs de um livre direto na esquerda, Vukotic bateu para o coração da área com Daniel dos Anjos a cabecear criando perigo para a baliza à guarda de Daniel Figueira.

Aos 63 minutos o Estoril Praia volta a mexer na equipa, fazendo entrar Chiquinho para o lugar de Zé Valente.

Aos 65 minutos Joãozinho centra para o segundo poste e Yabuku Aziz aparece nas alturas a cabecear para o fundo das redes do Benfica. Estava inaugurado o marcador, com o segundo golo de Aziz esta época.

O Benfica não se desconcentrou com o golo, manteve a organização defensiva e a espaços foi criando perigo para a baliza do Estoril Praia.

Aos 80 minutos sai Vidigal e entra Harramiz para a estreia com a camisola do Estoril Praia.

Até final o Estoril Praia viria ainda a dispor de uma oportunidade de golo, com Chiquinho a rematar cruzado para a defesa do guardião dos encarnados.

No fim dos 90 minutos o marcador assinalou 0-1 a favor do Mágico Estoril Praia, que à 5ª jornadas soma 12 pontos e ocupa a 2ª posição da LigaPro, os mesmos que o líder Mafra.

No balanço do jogo Bruno Pinheiro referiu que “foi um jogo muito difícil para ambas as equipas. Duas equipas que são muito fortes com bola. O Estoril entrou melhor e dominou os primeiros 35 minutos de uma forma mais tranquila do que aquilo que se podia esperar. A partir daí o Benfica reagiu e adaptou-se, começámos a perder algumas bolas e isso começou a retirar-nos alguma confiança e alguma qualidade a jogar, acabando por equilibrar o jogo. Foi um jogo muito disputado, muito equilibrado, marcámos com um golo fantástico, resultado justo”.

Resumo da partida