Liga Revelação: SC Braga 2 – Estoril Praia 1

O Estoril Praia foi à Cidade Desportiva de Braga jogar a terceira jornada da Fase de Apuramento de Campeão da Liga Revelação, frente ao Sporting Clube de Braga.

O alinhamento do Mágico contou com duas alterações no onze face ao jogo na Madeira, com as entradas de Nuno Macedo para a baliza e Pedro Guerra para a defesa. O quarteto defensivo contou também com Tiago Manso, Vasco Oliveira e Lucas Silva. Afonso Valente e Klismahn no meio-campo e a frente de ataque composta por Elias Achouri, Douglas Aurélio, Chiquinho e Gilson Tavares.

Os primeiros 17 minutos do jogo, entre os líderes das séries norte e sul da primeira fase da competição, contou com um Estoril Praia mais dominador, a apresentar-se com linhas muito altas e a impedir os homens mais recuados do Braga de sair a jogar em construção.

Lucas Silva fez a primeira aproximação às redes da baliza do Braga. Afonso Valente encontra o defesa no corredor direito e Lucas Silva cruza para o corte da defesa.

Perto do primeiro quarto de hora do jogo, Tiago Manso ganha uma segunda bola junto à linha de canto e cruza para o segundo poste, onde Gilson Tavares de cabeça pica a bola para a frente da baliza, mas de peito, um dos defesas bracarenses afasta o perigo.

O Estoril Praia inaugurou o marcador por Chiquinho. Numa jogada iniciada por Nuno Macedo, Vasco Oliveira envia o esférico para o meio-campo, onde Douglas Aurélio faz um passe acrobático aéreo para Chiquinho que aparecia entre a defesa do Braga. Chiquinho, na cara do guarda-redes, faz a bola passar sobre o guardião bracarense e surpreende Lukas Hornicek com um golo de chapéu, marcando o seu primeiro golo esta época.

O Sporting de Braga esteve próximo do golo aos 27 minutos, quando Gorby Baptiste bate um livre direto junto à trave da baliza de Nuno Macedo.

O árbitro Diogo Amado assinalou pontapé de canto a favor dos arsenalistas em cima do apito para o final da primeira parte, de onde surgiu o golo do empate. Canto batido na esquerda por Pedro Santos, desviado pelos homens do Braga de cabeça para o segundo poste, onde José Pedro encosta para o empate.

Aos 47 minutos Rodrigo Gomes levou a melhor sobre João Dias no corredor direito e coloca o Braga em vantagem ao rematar rasteiro junto ao poste da baliza de Nuno Macedo. João Dias que havia entrado ao intervalo para o lugar de Vasco Oliveira, saiu lesionado da disputa de bola, obrigando a nova alteração no Mágico, com a entrada de Volnei Feltes.

O Mágico ficou reduzido a 10 aos 57 minutos, quando Douglas Aurélio vê o segundo amarelo.

O treinador do Estoril Praia mexeu na equipa aos 63 minutos, ao reforçar o meio-campo, com a entrada de Diogo Batista para o lugar de Elias Achouri. aos 76 minutos, Gilson Taraves deu lugar a Paulinho, que veio refrescar o ataque estorilista.

A 4 minutos dos 90 nova expulsão no Estoril Praia, Diogo Amado levanta pela segunda vez na partida a cartolina amarela para Tiago Manso e a equipa da linha fica reduzida a 9 unidades até ao final.

O Estoril Praia mantém a liderança da competição com 19 pontos, mais três que o segundo classificado, o SC Braga, que conta com menos um jogo disputado na competição.

Classificação