Estoril Praia travado pelo Famalicão

O jogo do Estoril Praia frente ao FC Famalicão em Amares abriu a 9ª jornada da Fase de Apuramento de Campeão da Liga Revelação.

O alinhamento do Mágico para a partida contou com duas alterações no 11 face ao jogo com o SC Braga, com as entradas de Volnei Feltes para a defesa e Nuno Macedo para a baliza. A defesa ficou completa com Tiago Manso, Bernardo Vital e Lucas Silva. No meio-campo, Klismahn, Afonso Valente e Diogo Batista, na frente Chiquinho, Douglas Aurélio e Elias Achouri.

Num jogo onde a posse de bola e os principais momentos do jogo estiveram do lado do Estoril Praia, Chiquinho antes do primeiro minuto de jogo, assistido por Elias Achouri na esquerda, remata para junto das malhas da baliza de Maltos Becker.

Aos 6 minutos, o franco-tunisino Elias centra para a área onde Douglas Aurélio esteve perto de inaugurar o marcador, mas quando se preparava para cabecear, viu a bola ser desviada por um dos defesas do Famalicão.

Perto do quarto de hora de jogo, a equipa famalicense conseguiu diminuir a intensidade do jogo imposta pelo Estoril Praia e chega perto da baliza defendida por Nuno Macedo sem grande perigo.

Klismahn surge pelo corredor central até à entrada da área aos 22 minutos, onde na tentativa de surpreender o guardião do Famalicão, num remate enquadrado à baliza, o esférico é desviado pelo corpo de um dos defesa do Famalicão para canto.

Aos 42 minutos, Pablo Filipe reentra na partida após ser assistido, e num ataque do Famalicão, André Ricardo recebe passe do mês o Pablo na direita e na frente de Nuno Macedo, remata para o segundo poste fazendo o 1-0.

No regresso do balneário, Vasco Botelho da Costa procede à primeira alteração na equipa reforçando o ataque, com a entrada de Gilson tavares para o lugar de Diogo Batista.

À semelhança do primeiro tempo, o Estoril Praia teve um maior número de cruzamentos e ataques que o Famalicão. Aos 57 minutos, Lucas Silva coloca a bola na área e Douglas Aurélio de cabeça nas alturas atira ao lado.

Elias e Gilson Tavares também tentaram o golo, o primeiro com um remate para junto do ângulo esquerdo da baliza e o segundo, numa recuperação de bola à defesa do Famalicão, remata sobre a trave.

Nova mudança na equipa da linha, desta vez aos 70 minutos com as entradas de Paulinho e Serginho para os lugares de Elias Achouri e Douglas Aurélio.

A melhor oportunidade do segundo tempo começou pelo recém-entrado Paulinho, que aos 72 minutos num cruzamento de trivela desviado para Chiquinho, remata forte para defesa difícil do guarda-redes do Famalicão.

Vasco Botelho da costa esgotou as substituições aos 81 minutos, com Tiago Manso a dar lugar a Rúben Pina.

O Estoril ainda tentou diminuir a vantagem através de pontapé de canto mas o Famalicão anulou as iniciativas dos canarinhos.

O Estoril Praia é segundo classificado com 29 pontos, atrás do Leixões com a mesma pontuação mas menos duas partidas disputadas.

 

Afonso Valente e Vasco Botelho da Costa analisam a partida na Flash Interview

Ficha de Jogo