Liga Revelação: Estoril Praia entra a vencer na fase de Campeão

O Estoril Praia entrou a vencer na fase de apuramento de campeão da Liga Revelação, visitando e batendo a B SAD por 2-3, numa partida disputada em Odivelas, naquela que foi a primeira vitória do Mágico sobre os azuis, em 3 edições da Liga Revelação.

Nuno Macedo na baliza, Tiago Manso, Bernardo Vital, Vasco Oliveira e João Freitas na defesa, Afonso Valente, Gustavo Klismahn e Gilson Tavares no meio-campo, Elias, Chiquinho e Macula na frente de ataque, foram os 11 escolhidos por Vasco Botelho da Costa para iniciar a partida.

Começou melhor o Estoril Praia e aos 16 minutos da partida Freitas desmarca Gilson Tavares na direita do ataque, que remata forte à trave da baliza adversária, a bola sobra para Elias que na recarga faz o primeiro da partida para a equipa de Cascais.

Elias Achouri abriu o marcador

A B SAD respondeu de imediato e na jogada seguinte Luís Mota repõe a igualdade no marcador.

O Estoril Praia bem organizado no terreno, com combinações ora pelos homens do meio campo ora pelas alas, foi encontrando espaços para chegar à baliza da B SAD. Aos 28 minutos Chiquinho é derrubado no interior da área, com o árbitro a assinalar pontapé de penalti. Encarregue da conversão, Gustavo Klismahn marca o 1-2 para o Mágico Estoril Praia.

O segundo golo dos canarinhos desmoralizou a B SAD, o Estoril Praia foi criando espaço na defesa contrária e aos 36 minutos Chiquinho volta a ser derrubado no anterior da área. Na conversão da marca dos 11 metros, Gustavo Klismahn repetiu a receita e dilatou a vantagem no marcador, fazendo o 1-3 com que se chegou ao intervalo.

Klismahn bisou com dois golos de grande penalidade

Na segunda parte o Estoril Praia voltou a entrar melhor e aos 55 minutos Chiquinho isolou Gilson Tavares, com o avançado a fazer passar a bola por cima do guarda-redes contrário, que caprichosamente embateu no poste da baliza.

A B SAD reagiu e aos 66 minutos Luís Mota reduz para 2-3.

Com a B SAD a pressionar alto e com linhas subidas, o Estoril Praia ficou sem espaço na zona de construção e optou por um jogo mais direto, aproveitando também as transições rápidas.

Aos 79 minutos, o árbitro assinalou falta de Nuno Macedo, indicando que o guarda-redes derrubou um adversário fora da grande área e viu o cartão vermelho, deixando a formação de Cascais a jogar com 10 unidades.

O Estoril Praia jogou reduzido a 10 unidades a 10 minutos do fim

Vasco Botelho da Costa esgotou as substituições para fazer entrar João Oliveira, que na primeira intervenção defendeu de forma exemplar o livre que deu origem à expulsão do seu colega de posição.

Até ao final, e a jogar com menos 1, o Estoril Praia juntou as linhas e soube anular a avalanche ofensiva da B SAD, saindo de Odivelas com a primeira vitória sobre os azuis na história da Liga Revelação.

O Estoril Praia, que partiu para a fase de apuramento de Campeão com 13 pontos, mais 1 que B SAD, Braga, Marítimo e Leixões, mantém a liderança da prova, somando agora 16 pontos.

Na próxima jornada a equipa de Vasco Botelho da Costa visita o Marítimo, com a partida agendada para o dia 15 de janeiro.

Vasco Botelho da Costa fez a análise da partida à ETV