Estoril Praia e SC Braga empatam a uma bola

A equipa de sub23 do Mágico Estoril Praia recebeu e empatou este domingo, 7 de março, com Sporting Clube de Braga a uma bola, numa partida disputada no Estádio António Coimbra da Mota, a contar para a jornada 8 da fase de apuramento de campeão da Liga Revelação.

Jota Oliveira na baliza, Tiago Manso, Bernardo Vital, João Guerra e Lucas Silva na defesa, Afonso Valente, Gustavo Klismahn e Diogo Batista no meio-campo, Chiquinho, Elias Achouri e Douglas Aurélio na frente de ataque, foram os 11 escolhidos por Vasco Botelho da Costa para iniciar o encontro.

Com o Braga nos primeiros minutos a tentar explorar a velocidade dos extremos, procurando colocar bolas em profundidade nas costas da defesa Estorilista, foi ao Mágico que coube a primeira oportunidade de golo, decorria o minuto 8 da partida, Chiquinho entra na área pela direita, vai até à linha de fundo e passa para Elias Achouri, que de calcanhar faz a bola passar rente ao poste da baliza dos Arsenalistas.

O Estoril Praia continuou a criar perigo junto da baliza contrária e aos 16 minutos Chiquinho centra para o interior da área onde aparece Douglas Aurélio, que depois de dominar tenta colocar a bola entre o poste e Lukas Hornicek, com o guarda-redes a defender para canto.

Com mais critério na construção e na definição ofensiva, o Estoril Praia foi quem mais procurou o golo na primeira meia hora da partida, dispondo de mais três ocasiões para abrir o ativo, primeiro por Douglas Aurélio que chegou ligeiramente atrasado a um cruzamento de Lucas Silva, depois por Chiquinho, que por duas vezes colocou à prova a atenção do guardião do SC Braga.

Do outro lado, o Braga continuava a apostar nas transições rápidas e na velocidade de Rodrigo Gomes, com as iniciativas Arsenalistas a serem anuladas ora pelos centrais Bernardo Vital e João Guerra, ora pelo guarda-redes Jota Oliveira.

O Braga foi ganhando confiança e foi subindo no terreno, aproximando-se cada vez mais da baliza do mágico e aos 40 minutos chega ao golo, depois de uma bola ganha no meio-campo em que os homens do Estoril Praia ficam a pedir falta sobre Bernardo Vital, Rodrigo Gomes e Bernardo Couto progridem sozinhos pelo meio campo do Estoril Praia, com o último a rematar para o fundo das redes de Jota.

Ao cair do pano da primeira parte, Tiago Manso centra largo e João Guerra ao segundo poste cabeceia para a defesa do guarda-redes adversário.

Para a segunda parte o Estoril Praia voltou apostado em dar a volta ao resultado, e logo aos 48 minutos, na sequência de um livre direto, Chiquinho fez a bola passar perto do poste da baliza adversária.

O Braga respondia com a estratégia habitual, contenção defensiva e aposta na velocidade de Rodrigo Gomes, e aos 50 minutos esteve perto de chegar ao 0-2.

Na resposta, Chiquinho avança pela direita do ataque do Mágico, centra à flor da relva para Douglas Aurélio que na cara do golo remata para a defesa de Hornicek, na recarga Gustavo Klismahn empurra para o fundo das redes e empata a partida. Estava restabelecida a igualdade no marcador.

Klismahn marcou o golo dos canarinhos

A formação de Cascais continuou mais ofensiva e aos 65 minutos, Elias Achouri, descaído na esquerda remata, a bola ressalta num defensor do Braga e embate do poste. No minuto seguinte o mesmo Achouri, remata no interior da área e obriga Hornicek a uma grande defesa para canto.

Aos 69 minutos Vasco Botelho da Costa mexe pela primeira vez na equipa, fazendo entrar Rubén Pina para o lugar de Elias Achouri.

Com o Estoril Praia completamente instalado no meio campo adversário, o Braga ia aproveitando as transições rápidas para criar perigo. Aos 76 minutos Rodrigo Gomes ganha na esquerda do ataque dos Arsenalistas, vai até à linha de fundo e cruza atrasado para Miguel Falé, que obriga Jota Oliveira à defesa da tarde do António Coimbra da Mota.

Aos 82 minutos o Estoril Praia volta a mexer na equipa, entra Serginho para o lugar de Diogo Batista e aos 88 minutos entra Gilson Tavares para o lugar de Douglas Aurélio.

Já em tempo de compensação, Rubén Pina cruza na esquerda e Gilson Tavares ao segundo poste cabeceia para a defesa do guarda-redes do Braga.

Apesar da superioridade do Estoril Praia em toda a partida, no final o marcador assinalou um empate 1-1, resultado que deixa o Estoril Praia na frente da classificação da Liga Revelação com 29 pontos, os mesmos que o Leixões, que tem menos um jogo que o Mágico.

A análise de Vasco Botelho da Costa

Ficha de Jogo