Taça de Portugal Placard – CD Tondela

Estoril 4 - 5 Tondela
21 Out 2018 - 15:00Estádio António Coimbra da Mota

O Estoril Praia recebeu esta tarde o CD Tondela, no Estádio António Coimbra da Mota, com o resultado final de 4-5, após grande penalidades, em jogo a contar para a 3ª fase da Taça de Portugal Placard. Resultado que dita o afastamento dos canarinhos da competição.

A equipa da casa iniciou o evento com uma chamada de atenção à luta contra o cancro da mama, com a participação das atletas Fut4Women do Estoril Praia na entrada em campo com as duas equipas e que assinalaram a sua presença com o seu equipamento cor de rosa.

Relativamente ao jogo, o treinador estorilista, Luís Freire, avança que, “a minha equipa está a evoluir, jogámos com uma equipa de primeira liga e mostrámos controlo do jogo com bola e com foco na baliza adversária. Fizemos um jogo bom, estivemos organizados e os jogadores tiveram uma excelente atitude. Foi um jogo equilibrado, destaco todo o grupo pela ambição e qualidade para jogar e tentar vencer um adversário com muita qualidade. Infelizmente as grandes penalidades assim não permitiram”.

“Estamos prontos para o que ai vem, estou muita agradado com as perspetivas. Com esta atitude aumentamos a probabilidade de fazer um excelente ano desportivo. Temos união, entrega e procura constante da baliza adversária. Mostrámos muita alma e também merecíamos a passagem à próxima fase”… “fizemos o nosso melhor, poderíamos ter vencido e honrámos o nome do Estoril Praia. Temos um belo caminho para percorrer todos juntos”, diz Luís Freire.

Para terminar, numa clara demonstração de fair-play e desportivismo, o treinador canarinho dirigiu-se ao técnico Pepa, do CD Tondela, “parabéns e felicidades ao Tondela e em especial ao Pepa, meu amigo e colega de profissão, que respeito e admiro muito.”

Igor, Filipe Soares, João Vigário, Gustavo Costa, Gonçalo Santos, Diakhité, Roberto, Wallyson, João Pedro, Aylton e Sandro Lima fora os 11 canarinhos que iniciaram a partida. Dadashov, Marcos António, Pedro Queirós e Furlan foram também elementos utilizados pela equipa técnica.