A Estoril Praia – Futebol, SAD e a Gelpeixe, em cooperação com a Câmara Municipal de Cascais e o Centro Paroquial do Estoril, apresentaram esta quinta-feira, 1 de outubro, um programa de responsabilidade social para a época desportiva 2020/2021.

Numa altura em que empresas e famílias sofrem, direta ou indiretamente, com as consequências provocadas pela pandemia do SARS-CoV-2, o Estoril Praia, em cooperação com a Gelpeixe, a Câmara Municipal de Cascais e o Centro Paroquial do Estoril, criou um programa de responsabilidade social que consiste na distribuição de 50 refeições por semana a famílias carenciadas do Concelho de Cascais.

Esta iniciativa surge no seguimento do acordo estabelecido entre a Estoril Praia SAD e a Gelpeixe, em que o habitual valor do patrocínio nas costas da camisola da formação de Cascais, é convertido diretamente em refeições confecionadas que serão entregues a famílias identificadas pelo Centro Paroquial do Estoril.

Jeffrey Saunders explica a importância do desenvolvimento deste projeto

«Como clube de futebol fazemos parte da comunidade e temos de estar presentes quando a comunidade mais precisa de nós. Quando há sofrimento e dor na comunidade, nós também o sentimos. Por isso, nestes tempos difíceis, em que muitos passam dificuldades, temos de fazer a nossa parte. E foi por isso que criámos este programa», referiu Jeffrey Saunders, presidente da SAD do Estoril Praia na apresentação do projeto.

“Se todos dermos alguma coisa de nós à comunidade estamos a fazer algo de bem em prol dos outros» – Manuel Tarré

A apresentação do programa contou também com a presença de Manuel Tarré, Presidente do Conselho de Administração da Gelpeixe, que referiu que «este ano quando nos sentámos para perceber como podíamos ficar unidos para o próximo ano desportivo, a minha proposta foi voltarmos para a parte social, doando comida a quem mais necessita. Se todos dermos alguma coisa de nós à comunidade estamos a fazer algo de bem em prol dos outros».

“Não vamos só distribuir comida” – Destaca o Padre Paulo Malícia

Para o Padre Paulo Malícia, Presidente do Centro Paroquial do Estoril, com este projeto “não vamos só distribuir comida. Levamos também um bocadinho de tempo e de companhia. O número de pessoas que vêm todos os dias bater-me à porta a pedir ajuda aumentou bastante nos últimos tempos. A nossa missão será sempre ajudar quem precisa, e toda a ajuda que possamos receber é bem-vinda”.

A conferência de imprensa de apresentação do projeto contou também com o Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreira, que realçou a importância do programa para as famílias do concelho de Cascais.

“Estamos todos no mesmo barco” – refere o Presidente do Município de Cascais

“Como referiu o Papa Francisco no início desta Pandemia: Estamos todos no mesmo barco. E de facto estamos todos no mesmo barco. O sofrimento que esta pandemia tem criado quer do ponto de vista sanitário, quer do ponto de vista económico e muito especialmente do ponto de vista social, não pode deixar ninguém indiferente. É um ataque que nós todos temos de assumir e só o vamos conseguir ultrapassar todos juntos. Este é um esforço em rede, em equipa, envolvendo uma empresa, a GelPeixe, a Estoril SAD, que ao ajudar o Centro Paroquial do Estoril, parceiro tanto da freguesia como da Câmara, para colmatar uma necessidade que ainda existe e cada vez está mais acesa no nosso concelho que é concidadãos nossos passarem fome. Todos os esforços como este tem um profundo reconhecimento por parte da Câmara.”, referiu Carlos Carreira.

“Estamos perante três pandemias, a sanitária, a económica e a social. Temos a perspetiva que a pandemia sanitária vai demorar ainda algum tempo, a económica ainda vai demorar mais e a social vai ser a mais prolongada. Queria acima de tudo agradecer em nome do Município, quer à Gelpeixe, quer à Estoril Praia SAD, porque de facto este programa será uma ajuda aos nossos munícipes”, concluiu o edil de Cascais.

A distribuição de refeições tem início no dia 8 de outubro e prolonga-se até final de maio do próximo ano.