Desde a primeira jornada da Liga Pro 2020/2021, o Estoril Praia tem utilizado o espaço na camisola de jogo habitualmente reservado para o patrocinador principal para desenvolver campanhas de sensibilização.

Desafiado pelo Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P., e pela Autoridade para a Prevenção e Combate à Violência no Desporto, o Estoril Praia utiliza agora esse espaço para apoiar a Campanha “Violência Zero” que visa sensibilizar a população para o fenómeno da violência, promovendo os valores éticos do desporto, como a cooperação, o respeito, a solidariedade, o fair play e a tolerância.

«Sabemos que o desporto é um meio com grande potencial para a educação de valores sociais. O futebol, pela visibilidade que tem em Portugal, tem a obrigação de dar o exemplo a todos os seus adeptos, em particular os mais jovens.», referiu Jeffrey Saunders, presidente da SAD Estorilista. «Infelizmente, por vezes a emoção do jogo leva a comportamentos inconscientes e inaceitáveis. Temos de sensibilizar os nossos adeptos para o facto de a violência não ter lugar no desporto e de isso só depender de cada um de nós», continuou Jeffrey Saunders.

«O desporto não é alheio aos desafios que existem na sociedade, sendo por vezes palco de intolerância ou de outras expressões de violência. A Constituição da República Portuguesa, no seu artigo 79.º, refere expressamente que cabe ao Estado prevenir este tipo de fenómenos, sendo que estes não se previnem apenas com recurso a medidas legislativas ou administrativas. É preciso fazer mais, nomeadamente no que respeita ao capítulo da sensibilização das pessoas. Foi precisamente com base nesta lógica que nasceu a Campanha Violência Zero, que tem como mensagem-chave a frase “há momentos no desporto que marcam para sempre… não deixe que a violência seja um deles”, referiu o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto.

«Neste Dia Mundial de Combate ao Bullying, quero endereçar um forte agradecimento ao Estoril Praia por se associar à nossa campanha, aproveitando para desafiar os demais participantes nas competições profissionais a fazerem o mesmo. Considerando a importância e o impacto que o futebol tem na nossa sociedade, é fundamental, e uma responsabilidade de todos, saber aproveitar a sua visibilidade para promover os verdadeiros valores do desporto.», acrescentou ainda o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto.