Vitória SC B 1 x Estoril Praia 1

Estoril Praia visited Vitória SC B this afternoon at Estádio D. Afonso Henriques, in a game for LEDMAN LigaPro. Roberto was the scorer of the Estoril Praia goal, in a game that ended tied 1-1.

“Estoril Praia comes from a series of games without defeats, we came to Guimarães to play eye to eye with Vitória, in order to win the game. We found an opponent with great quality and initiative, but Estoril was organized and we started to win by taking advantage of a mistake by the home team”, says Luís Freire.

“I think that, after the penalty, we were back in the game until Diakhité was sent off. Two situations that have conditioned us. We ended up playing over an hour with 10 players. In the second half we were a united team, with a great attitude, that despite the disadvantage in number of players, we created opportunities of goal, as well as a possible penalty in our favor, which was not signaled, “says Luis Freire .

To conclude the coach says, “We proved, once again, that we are a great team, that resists the difficulties and that it rises before the adversities. We took a point, but we deserved to take three with us. ”

Thierry, Filipe Soares, João Pedro, Diakhité, Rafael Furlan, Gonçalo Santos, Wallyson, Marcos Antonio, Aylton, Sandro Lima and Roberto were the eleven players who started the match in Guimarães. Pedro Queirós, Dadashov and Diney were also elements used by the coach.

Vitória SC B 1 x Estoril Praia 1

O Estoril Praia visitou esta tarde o Vitória SC B, no Estádio D. Afonso Henriques, em jogo a contar para a LEDMAN LigaPro. Roberto foi o marcador  do golo estorilista, em jogo que acabou empatado a uma bola.

O treinador estorilista, Luís Freire, destaca que “o Estoril Praia vem de uma série de jogos sem derrotas, chegámos a Guimarães para jogar olhos nos olhos com o Vitória, de maneira a vencer o jogo. Encontrámos um adversário com grande qualidade e iniciativa de jogo, mas o Estoril apresentou-se organizado e entrámos a ganhar ao aproveitar um erro da equipa da casa”.

“Penso que, após o lance da penalidade, voltámos a pegar no jogo até à expulsão do Diakhité. Duas situações que merecem avaliação e que acabaram por nos condicionar. Acabámos por jogar mais de uma hora com 10 jogadores. Na segunda parte fomos uma equipa unida, com uma grande atitude e postura, que apesar da desvantagem em número de jogadores, criámos oportunidades de golo, assim como, um possível penalidade a nossa favor, que acabou por não ser assinalada”, diz Luís Freire.

Para terminar o treinador canarinho diz, “Provámos, uma vez mais, que somos uma grande equipa, que resiste às dificuldades e que se levanta perante as adversidades. Levamos um ponto, mas merecíamos levar três connosco”.

Thierry, Filipe Soares, João Pedro, Diakhité, Rafael Furlan, Gonçalo Santos, Wallyson, Marcos António, Aylton, Sandro Lima e Roberto foram os onze jogadores que iniciaram a partida em Guimarães. Pedro Queirós, Dadashov e Diney foram também elementos utilizados pelo treinador do Estoril Praia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.