“I feel full of desire to help Estoril” – Pêpê

The competitive pause in the national competitions gave way to the national team matches and, a few days before the match against Romania, midfielder Pêpê was invited to join the national team, joining team-mate Fernando.

The picker’s call was met with some surprise and the place at eleven looked with a mix of pride and responsibility. “I always work to help my team and if that work allows me to have visibility to represent my country… all the better. Given that being in Estoril a few minutes, I knew that it would not be easy to be an option, but because of the misfortune of a teammate I ended up being called. It is always a great pride to represent Portugal and have another opportunity to show my value” he said in statements to the club’s official website.

In the two UEFA European Championship qualifiers, the Under-21 Team drew (1-1 against Romania) and a win (2-1 with Switzerland). The Estorilista player, starter in the matches of this double day, made an analysis to the last duels. “We have had some difficulty in maintaining a steady performance over the 90 minutes and we ended up allowing some of our opponents to recover from disadvantages on the scoreboard. Fortunately the last results were favorable” he said of his particular case. “I felt good even though I need to regain my competitive rhythm and confidence to show more of my football. I know I can do even better.”

The Under-21 National Team currently occupies third place in Group 8 of qualifying for the 2019 European Championship with seven points, five points behind leaders Romania and two of Bosnia. The call to represent the national colors is seen by Pêpê with an extra motivation that wants to transpose to the works in Amoreira. “I have returned to have competition and this is very important for the physical and motivational levels, I feel full of desire to help Estoril to get out of the situation in which it is, because the working group has a lot of quality.”

The Estorilista team returns to the competition on November 26, the day they face the Marítimo in the 12th round of the NOS League.

“Sinto-me cheio de vontade de ajudar o Estoril” – Pêpê

A pausa competitiva nas provas nacionais deu lugar aos jogos das seleções e, poucos dias antes do jogo com a Roménia, o médio estorilista Pêpê foi chamado a integrar a comitiva nacional, juntando-se assim ao companheiro de equipa Fernando, nos sub-21.

A chamada do selecionador foi recebida com alguma surpresa e o lugar no onze encarado com um misto de orgulho e responsabilidade. “Trabalho sempre para ajudar o meu clube a cumprir os seus objetivos e se esse trabalho me permitir ter visibilidade para representar o meu País, tanto melhor. Atendendo ao facto de estar a ter poucos minutos no Estoril sabia que não seria fácil ser opção, mas devido à infelicidade de um companheiro acabei por ser chamado. É sempre um enorme orgulho representar Portugal e ter mais uma oportunidade de mostrar o meu valor”, referiu em declarações ao site oficial do clube.

Nos dois jogos realizados, de apuramento para o Europeu de 2019, a Seleção sub-21 somou um empate (1-1 frente à Roménia) e uma vitória (2-1 com a Suíça). O jogador estorilista, titular nas partidas desta dupla jornada, fez uma análise aos últimos duelos. “Temos tido alguma dificuldade em manter um rendimento constante ao longo dos 90 minutos e acabamos por consentir que alguns dos nossos adversários recuperem de desvantagens no marcador. Felizmente os últimos resultados foram favoráveis”, disse, falando também do seu caso particular. “Senti-me bem embora precise de readquirir ritmo competitivo e confiança para mostrar mais do meu futebol. Sei que posso fazer ainda melhor”.

A Seleção Nacional de sub-21 ocupa atualmente o terceiro lugar do grupo 8 de qualificação para europeu de Itália de 2019, com sete pontos, menos cinco que a líder Roménia e a dois da Bósnia. A chamada para representar as cores nacionais é encarada por Pêpê com uma motivação extra que quer transpor para os trabalhos na Amoreira. “Voltei a ter competição e isso é muito importante para os níveis físicos e motivacionais. Sinto-me cheio de vontade de ajudar o Estoril a sair da situação em que se encontra, porque o grupo de trabalho tem imensa qualidade. Vamos saber ultrapassar esta fase difícil”.

A equipa estorilista volta à competição no dia 26 de novembro, dia em que defronta o Marítimo na 12.ª jornada da Liga NOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.