“A equipa tem crescido e queremos a vitória” – Mano

O Estoril Praia regressa a casa e aos jogos na Liga NOS no domingo, dia de jogo contra o CD Nacional e dia de aniversário para Mano, que, devido ao castigo de Diogo Amado, é o principal candidato a capitão nesse encontro. Dia especial em que dentro de campo o presente só pode ser um: os três pontos.

“Claro que vai ser um dia especial e de preferência que os três pontos fiquem na Amoreira”, disse o lateral estorilista, que diz não sentir o peso de ser capitão. “A braçadeira não quer dizer nada em termos daquilo que sou em campo. Sou igual, se tiver de falar falo, tenha ou não tenha a braçadeira”.

No entender de Mano este será “um jogo muito importante, primeiro por ser o próximo e depois por ser contra um adversário que luta pela permanência da Liga. Para alcançar a vitória  teremos de ter confiança e um bom nível de concentração”.

Há quatro jogos sem perder (três na Liga NOS e um na Taça de Portugal Placard), coincidindo com a chegada de Pedro Emanuel, o capitão fala um pouco do que mudou na equipa. “O mister exige máxima concentração dos jogadores, também pela experiência dele. As coisas estão no bom caminho, a equipa tem vindo a crescer e no domingo queremos a vitória”.

Quanto à exibição no Estádio da Luz, Mano faz questão de salientar que isso é passado e só quer a mesma entrega frente à equipa de João de Deus. “Todos viram o que conseguimos fazer na Luz mas são competições diferentes. Vamos tentar transportar o que fizemos de bom lá para este jogo e se estivermos a esse nível de certeza que conseguimos os três pontos”.

O jogo está marcado para domingo, às 16 horas, no Estádio António Coimbra da Mota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.